Valdivino Sousa é Professor, Matemático, Pedagogo, Contador, Bacharel em Direito, Mestrado em Ciências da Educação Matemática e Escritor. Criador do método X Y Z que facilita na aprendizagem de equação e expressão algébrica com objetos ilustrativos. Docente nos cursos de Matemática, Ciências Contábeis, Administração e Engenharia. Autor de mais de 15 livros e têm vários artigos publicados em revistas e jornais especializados. Tem experiência na área de Matemática, com ênfase em Equações Diferenciais Parciais, Matemática Computacional e Engenharia Didática, atuando principalmente nos seguintes temas: métodos numéricos, equações diferenciais, modelagem, simulações e didática no ensino de Matemática. Além da Matemática atua há mais de 20 anos em Contabilidade e desde 2005 é Contador responsável da Alves Contabilidade. Outras atividades: Programador Web, Estrategista de Conteúdo e mídias digitais, Blogueiro Mtb 60.448. Semanalmente escreve para o portal D.Dez, Jornal da Cidade e Folha Online. Sobre: Comportamento, Educação Matemática e Desenvolvimento da Aprendizagem. Site: https://www.matematicosousa.com.br E-mail: valdivinosousa.mat@gmail.com Cel / Whatsap: 11 – 9.9608-3728' Matemático Sousa : Saber

Matemático Sousa

O Blog do Prof. Valdivino Sousa pretende de uma forma simples apresentar como a Matemática está presente em tudo, e como ela está inserida em nosso cotidiano.

CONSULTORIA EM CÁLCULOS

LightBlog

Posts Recentes

Mostrando postagens com marcador Saber. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Saber. Mostrar todas as postagens

09/10/2018

9.10.18

A Matemática e o feirante




A Matemática e o feirante, sabemos que a matemática está presente em tudo, e no cotidiano o saber matemático popular dos trabalhadores informais é visto no caso dos feirantes que utilizam a matemática de uma forma prática sem se preocupar com os conhecimentos científicos que a disciplina envolve. Quem nunca reparou numa feira ao comprar um produto como o feirante dar o troco de uma forma certeira, alguns estudiosos classificam isso como conhecimento leigo, por exemplo, uma dúzia de laranjas custa R$ 6,00 (seis) reais, quanto custa cada laranja? veja se dividirmos 6,00 /12 = 0,50 ou seja, cada laranja custa 0,50 (cinquenta) centavos. O cliente comprou duas dúzias e deu para cobrar uma nota de 2,00 e duas notas de 10,00 totalizando R$ 22,00, logo o feirante raciocina que o troco é R$ 10,00. Agora se o cliente tivesse dado R$ 20,00 o feirante daria o troco de R$ 8,00 reais, observamos que os feirantes estão a todo o momento usando a Matemática, mesmo que eles não têm um o conhecimento científico, e apenas a prática cotidiana.