Matemático Sousa

O Blog do Prof. Valdivino Sousa pretende de uma forma simples apresentar como a Matemática está presente em tudo, e como ela está inserida em nosso cotidiano.

NOTÍCIAS DE EDUCAÇÃO

LightBlog

Posts Recentes

Mostrando postagens com marcador Valdivino Sousa. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Valdivino Sousa. Mostrar todas as postagens

08/12/2019

8.12.19

O Matemático Valdivino Sousa em visita ao Frei Venildo Trevisan


Matemático Valdivino Sousa em visita ao Frei Venildo Trevisan

O Matemático Valdivino Sousa em visita ao Frei Venildo Trevisan em Piracanjuba -GO, ele presenteou o Frei com um exemplar de um de seu livros: Conhecendo a Pisque Humana. “Fiquei muito feliz em receber a visita do amigo Valdivino, ele é uma pessoa extraordinária e mantemos contato desde 1990, quando eu congregava na Igrejinha de Fátima em Brasília”. Disse Venildo.

11/11/2019

11.11.19

Matemático comenta sobre prova de matemática do Enem 2019


Matemático comenta sobre prova de matemática do Enem 2019

O Matemático Valdivino Sousa comenta sobre a prova de matemática do Enem 2019, segundo ele este ano a disciplina exigiu concentração e conhecimento teórico dos alunos.

Valdivino Sousa também explica que no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), deste ano as questões tiveram uma característica diferente do ano anterior e foram marcadas pela grande quantidade de operações matemáticas.

“De um modo geral a prova em relação os anos anteriores houve uma diminuição dos textos, mas um aumento absurdo das operações matemáticas. Muita conta, números quebrados, números decimais, frações.

 A prova estava mais para um nível difícil pela sua complexidade, e o aluno que não estudou com certeza teve dificuldade”, disse Valdivino Sousa.
Ontem (10), os candidatos fizeram provas matemática e ciências da natureza e tiveram 5 horas para resolver 90 questões.


 
11.11.19

Matemático avalia que prova de matemática foi extensa e com muito cálculo

Matemático avalia que prova de matemática foi extensa e com muito cálculo
O Matemático Valdivino Sousa avalia que prova de matemática foi extensa e com muito cálculo, sendo assim, exigindo concentração e conhecimento teórico da disciplina.

Valdivino Sousa avaliou a prova da disciplina no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Para ele, as questões tiveram uma característica diferente do ano anterior e foram marcadas pela grande quantidade de operações matemáticas.

10/11/2019

10.11.19

Valdivino Sousa dar Dicas para enfrentar o 2º dia de prova do Enem



 O Matemático Valdivino Sousa dar dicas para enfrentar a Matemática no 2º dia de prova do Enem sem dramas, veja quais são os conteúdos de Exatas mais cobrados? Dá pra recuperar a nota do primeiro dia?
Nesse domingo, 10, acontece o segundo dia de prova do Enem 2019, com a aplicação dos cadernos de Matemática e Suas Tecnologias e Ciências e Suas Tecnologias. É um teste mais voltado para a área de Exatas e, neste sábado, não adianta correr atrás do tempo perdido.

08/11/2019

8.11.19

Matemáticos se destacam em várias áreas no mercado de trabalho


Valdivino Sousa


Os matemáticos se destacam em várias áreas no mercado de trabalho, engana-se quem pensa que a matemática se limita em sala de aula. Pois quem
gosta de números e cálculos, às vezes, não cogita cursar matemática por pensar que as opções de carreira é somente a docência e à pesquisa. No entanto, as possibilidades vão além das salas de aula de escolas e universidades. Matemáticos são procurados por empresas de áreas como mercado financeiro, logística, marketing, tratamento de dados, gestão de informação, pesquisa, tecnologia da informação, química, física, ciências computacionais, gerenciamento ambiental, produção e muitas outras.

25/10/2019

25.10.19

Enem 2019: saiba o que mais cai em Matemática entre as 45 questões

Enem 2019: saiba o que mais cai em Matemática entre as 45 questões

Equações, geometria e porcentagem estão entre os principais temas abordados.  Nas 45 questões estão Equações de primeiro e segundo grau são os principais temas cobrados. A prova será aplicada nos dias 3 e 10 de novembro. O cartão com os locais de prova do Enem foi divulgado no dia 16 de outubro.

Segundo o Matemático Valdivino Sousa a prova cobra 45 questões de matemática entre elas estão incluso no conteúdo Matemática e suas Tecnologias. Além disso, o Enem cobra mais 45 questões de Ciências da Natureza como: Química, Física e Biologia.

21/10/2019

21.10.19

Matemática aplicada é tema de feira que acontece em Manaus


Matemática aplicada é tema de feira que acontece em Manaus

Com o tema “Matemática Aplicada ou Interrelação com outras disciplinas”, cerca a dez 33 escolas da rede municipal de ensino participarão da etapa estadual, que iniciou nesta segunda-feira, 21/10, e segue até quarta-feira, 23/10. A Feira acontece no Centro de Convivência da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), no Coroado, zona Leste de Manaus, e deve contar com a participação de 68 alunos do ensino fundamental do 4º ao 9º anos e da Educação de Jovens e Adultos (EJA).

18/10/2019

18.10.19

O Matemático Valdivino Sousa com o apresentador Altieres Barbiero do programa a volta do sucesso


O Matemático Valdivino Sousa com o apresentador Altieres Barbiero do programa a volta do sucesso

O Matemático e Escritor Valdivino Sousa, sempre gostou de ouvir rádio, por morar em São Paulo ele  gostam de programas com locutores mais antigos. “Gosto dos comunicadores: Paulinho Boa Pessoa, Eli Corrêa, Paulo Barbosa, Paulo Lopes e ambos estão na Rádio Capital Am 1040, têm muita gente boa sou fã de vários  disse o professor”,.  

O Apresentador e Radialista, Altieris Barbiero atualmente está na Rádio 9 de Julho (AM 1.600 kHz – São Paulo/SP), onde apresenta de segunda a sexta-feira o programa “A Volta do Sucesso”, das 12h15 às 14h.  Em 1981, fez grande sucesso no Brasil com a canção “Amar é Viver”. Ele gravou ao todo 5 compactos e 1 CD.
18.10.19

Matemático Valdivino Sousa no Programa Falando Francamente apresentado por Artemisa Azevedo


Matemático Valdivino Sousa no Programa Falando Francamente apresentado por Artemisa Azevedo

O Matemático e escritor Valdivino Sousa foi entrevistado no programa Falando Francamente da Rádio Nacional da Amazônia apresentado por Artemisa Azevedo.
O programa Falando Francamente ocupou a primeira parte do horário que antes era ocupado por outro programa, que havia sido criado em 1989, e que de duas em duas horas, os locutores revezavam nos microfones.

A outra parte do Programa da Tarde foi substituída pelo programa Show da Tarde. Quando começou a apresentar o programa Artemisa já fazia sucesso na emissora, na produção de radionovelas, como Passageiros da Ilusão, Amazônia, Turmalina, As Trigêmeas, Rosana, entre outras.
O programa completou 26 anos, em 2016, o Falando Francamente contempla em sua história a vida de muitos ouvintes que ao longo dos anos foram beneficiados pelo programa, seja através da veiculação de recados, atendendo pedidos musicais levando diversão através das rádionovelas, ou na prestação de serviço, resolução de problemas através de suas entrevistas. Apresentado de segunda a sexta-feira, das 15 às 17 horas. 
O programa diariamente pauta temas ligados a saúde, saneamento, meio ambiente e previdência.

 
18.10.19

Valdivino Sousa no programa nossa terra na Rádio Nacional da Amazônia em Brasília -DF


Valdivino Sousa no programa nossa terra na Rádio Nacional da Amazônia em Brasília -DF

O professor Valdivino Sousa e o apresentador Airton Medeiros. Visita ao programa nossa terra, na Rádio Nacional da Amazônia em Brasília-DF. Valdivino o presenteou com o um dos livros de sua autoria, que se chama: Conhecendo a Psique Humana – uma forma de entender a si mesmo e aos outros.

programa Nossa Terra tem como público alvo os agricultores familiares, extrativistas, das regiões Norte, Nordeste e Centro Oeste.  De segunda a sexta-feira, das 17h às 18h45, o programa leva para os ouvintes informações sobre o meio-ambiente, agronegócio, pecuária, cooperativismo e novas tecnologias.

21/07/2019

21.7.19

Matemáticos brasileiros


Matemáticos brasileiros
Lista de matemáticos Brasileiros inclui conhecidos matemáticos do Brasil e também aqueles nascidos em outros países e se tornaram depois brasileiros.

É um Matemático brasileiro nascido no Estado da (Bahia em 24 de Dezembro de 1973). Fez seus estudos iniciais em sua cidade natal e depois cursou o ensino Médio técnico (antigo 2º grau) no Colégio Washington na Cidade de São Paulo -SP. Desde que iniciou a estudar o que lhe chamava atenção em sua vida, era à área de Exatas, entre idas e vindas, cursou 04 (quatro) faculdades: Ciências Contábeis, Direito, Licenciatura Plena em Pedagogia e Licenciatura Plena em Matemática.
Desde adolescente já identificava com os números tendo um raciocínio lógico surpreendente na resolução de problemas Matemáticos. Com muita satisfação e realização de seu sonho concluiu a graduação em Matemática. Em seguida cursou pós Graduação em Psicopedagogia, e Pós graduação em Educação Matemática Comparada.

18/06/2019

18.6.19

Matemático dá dicas para seu filho lidar melhor com a matemática


Matemático dá dicas para seu filho lidar melhor com a matemática


Matemático dá dicas para o seu filho lidar melhor com a matemática, o Matemático e Pedagogo Valdivino Sousa explica como os pais devem ajudar os filhos a terem uma relação mais saudável com a disciplina.
Questão de treino. Nunca diga a ele que você também é ruim com números. Isso transmite uma mensagem de que “ser ou não ser bom” na matéria é uma condição inata e não há nada a fazer, o que não é verdade.
18.6.19

Expressão numérica seguindo a ordem dos elementos

Expressão numérica seguindo a ordem dos elementos

Resolução:

Deve -se resolver primeiro a multiplicação ou divisão, Deve-se manter a ordem dos elementos, por exemplo, se vier multiplicação primeiro e depois divisão, você deve resolver primeiro a multiplicação, e vice-versa. E depois de resolver todas as divisões e multiplicações, você resolve as adições e subtrações. Existem duas formas de resolver essa expressão: Sabemos que todo número multiplicado por zero é sempre igual a zero, então, 25 x 0 =0 observamos que não existe divisão, então iremos para a soma: 50+50 =100, + 2+2 =104. Outra forma de resolver é da seguinte forma: 50 + 50 - (25 x 0) + 2 + 2 = 104. Uma dica quando deparamos com um sinal negativo a esquerda, ele não vale nada, é como o zero a esquerda, não vale nada. Nessa expressão as pessoas erram ao confundir com o sinal de menos. Parabéns aos que acertaram!

21/04/2019

21.4.19

Como desmistificar a matemática no dia a dia


  Como desmistificar a matemática no dia a dia Simpósio Brasileiro de Psicologia da Educação Matemática, que será sediado no Recife nos dias 30 e 31 de maio, discutirá o tema na educação básica.

O maior temor da semana de provas. Grande ameaça à hegemonia azul dos boletins. Para muitos estudantes, das mais diversas faixas etárias, é este o papel que a matemática ocupa durante o período escolar. Cada vez mais, entretanto, há uma busca no meio acadêmico para que essa aprendizagem seja menos “traumática”. E que se enriquece quando há a     combinação entre atividades escolares e realizadas em casa com instituições de ensino e familiares atuando em conjunto.

12/04/2019

12.4.19

Projeto de Lei que regulamenta ensino em casa é um retrocesso, diz especialista


Projeto de Lei que regulamenta ensino em casa
O projeto de lei que regulamenta o ensino em casa na visão de especialista, existe desvantagens e consequências, o projeto do Governo Federal é um retrocesso ao avanço da educação no Brasil. Estamos voltando aos anos 60 e bem antes, quando os pais nas fazendas contratavam professores leigos para ensinar os filhos em suas residências, mas nessa época algumas regiões não existiam escolas, que é o contrário de hoje, que o Estado e Municípios são obrigados a oferecer a educação básica.

“Crianças precisam da presença de outras crianças para que seu desenvolvimento seja saudável e elas criem empatia. Adolescentes começam uma jornada pela sua identidade e encontram isso em grupos e tribos com prazeres parecidos. Até os Adultos precisam de inteiração social como amizade durante a vida adulta para ajuda a afastar sentimentos de solidão”. Explica Valdivino Sousa Matemático, Pedagogo e Psicopedagogo.

A regulamentação do 'homeschooling' ou educação domiciliar era uma das metas do governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL) para os 100 primeiros dias de seu governo, isso desde a sua campanha. Nesta quarta-feira (11) o presidente Jair Bolsonaro assinou o projeto de lei que pretende regulamentar a educação domiciliar no Brasil. Antes de entrar em vigor, o texto precisa tramitar no Congresso, mas Bolsonaro já assinou um o decreto que institui a Política Nacional de Alfabetização e estabelece as diretrizes para as futuras ações e programas.

Entenda o método de Educação

A educação domiciliar é uma modalidade de ensino em que pais ou tutores assumem o processo de aprendizagem das crianças, ensinando a elas os conteúdos ou contratando professores particulares. No entanto, não havia regras para a prática até então.
A Associação Nacional de Educação Domiciliar (Aned), estima que sejam 7,5 mil famílias ou cerca de 15 mil estudantes que praticam este tipo de ensino. Em comparação, foram registradas 48,5 milhões de matrículas nas 181,9 mil escolas de educação básica do país, segundo o Censo Escolar 2018 divulgado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

Assim dizem a legislação: No artigo 205, a Constituição trata a educação como um “direito de todos e dever do Estado e da família”, a ser “promovida e incentivada com a colaboração da sociedade”. O objetivo é o “pleno desenvolvimento da pessoa, seu preparo para o exercício da cidadania e sua qualificação para o trabalho”. O Estatuto da Criança e do Adolescente prevê que os menores tenham "acesso à escola pública e gratuita próxima de sua residência". Assim, deixar de matricular crianças na escola poderia ser interpretado como abandono intelectual.

A importância de terem as crianças na escola regular 

Dos 2 até por volta dos 7 anos, Piaget  classificou como Estágio simbólico, ou seja, na fase de alfabetização o pensamento da criança está centrado é um pensamento egocêntrico. E é nesta fase que se apresenta a linguagem, como socialização da criança, que se dá através da fala, dos desenhos e das dramatizações por isso existe a desvantagem de impedir a criança a interagir com o mundo e o externo.

Nessa fase de alfabetização elas entram em um contexto no qual vão poder lidar de igual para igual, o que não acontecia dentro de casa. Eles constroem suas próprias regras, colocam limites entre si e criam ambientes de cooperação quando decidem fazer juntos. Tudo isso é essencial para o desenvolvimento delas.

Na escola, as crianças aprendem a dividir a atenção do adulto — nesse caso, o professor — com outras crianças e começam a considerar o lugar do outro.
Conforme eles crescem, começam a formar sua identidade e a questionar a sua dependência. Na adolescência, somos questionadores e inconformados com as limitações estabelecidas para quem ainda é menor de idade. Essa fase costuma ser um desafio para os pais. Mas não podemos esquecer que para os adolescentes também é difícil. Por isso, é fundamental que eles encontrem seus grupos. 

Segundo Valdivino Sousa “dos 7 até por volta dos 11, a criança ainda continua bastante egocêntrica, ainda tem dificuldade de se colocar no lugar do outro. E a predominância do pensamento está vinculado mais acomodações do que as assimilações, a necessidade de inteiração é para aprender os limites, desenvolvimento físico e emocional. Tudo que a criança vivenciou nessa faze que vai por volta dos 11 anos até a vida adulta, é uma fase de transição, de criar ideias e hipóteses do pensamento. A linguagem tem um papel fundamental para se comunicar”.

O que é o homeschooling, a educação domiciliar?
Na educação domiciliar a responsabilidade da escola é transferida para a família. Crianças e jovens são educados em casa com o apoio de adultos responsáveis, sejam eles familiares ou tutores. O tema é polêmico, em alguns países como Estados Unidos e Canadá a prática é adota, em outros como a Suécia, é considerado crime.

Como funciona na prática?
Não existe um modelo único. Há casos em que os próprios pais assumem o papel de ensinar os filhos. Em outros, professores particulares são contratados como tutores desse processo. Cursos complementares também podem ser usados como ferramentas para a aprendizagem. Para Ricardo Dias, presidente da Aned, “educar em casa é treinar o filho para aprender.  Os pais não precisam saber todo o conteúdo para educar em casa, e sim saber ajudar seus filhos a buscarem o conhecimento”. Mas especialistas discorda dessa prática, pois impedem o convívio das crianças com o mundo externo,

Com relação ao conteúdo, as crianças e os jovens que estudam em casa, por não ter uma regulamentação nesse sentido, não seguem necessariamente o conteúdo das escolas. A aprendizagem também varia conforme os assuntos de interesse das crianças e jovens.

Por que a necessidade da educação oferecida pelo Município Estado?
Por que ajuda a reafirmar a identidade e lidar melhor com os problemas. Em geral, eles podem estar passando pelos mesmos desafios. Se você é pai e tem preocupações com isso, vale a pena estimular encontros saudáveis.
O projeto de regulamentar a Educação em casa, deixa um leque de questionamentos principalmente pelas classes mais pobres, sabemos que essa população não têm condições de contratarem professores capacitados, bem como ter uma estrutura em casa para oferecer aos seus filhos uma educação de qualidade. Por outro lado é um método antigo, que não irá dar certo no Brasil, pois os pais que têm condições já o mantém seus filhos em bons colégios particulares.
“Privar as crianças de fazer amigos, seja, na escola ou no bairro, no futuro elas podem ter várias consequências dentre as quais: dificuldade no desenvolvimento psicossocial, timidez, insegurança, medo, dificuldade de aprendizagem, dificuldade de socialização, dificuldade de inteiração com o externo, ou seja, com as outras crianças e adultos. Além de desenvolver outros transtornos na vida adulta”. Explica Valdivino Sousa.

Como todos sabem o convívio social, em todas as fases da vida é de suma importância, no caso da educação em casa, nada impede dos pais contratar um professor em sua área específica para dar um reforço em determinada matéria, como de costume reforço em Matemática, Física, Química, ou língua Portuguesa, isso já existe. É desnecessário regulamentar um projeto de Lei, sabendo que não vai vigorar na prática, pois os pais que têm condições financeiras já colocam seus filhos em escolas particulares. E outra questão é como ensinar para os filhos o conteúdo exigido pela legislação, como contratar uma equipe de professores para lecionar em casa? Será que o Município, ou Estado irá fiscalizar, bibliografia de livros didáticos, e quem irá emitir o Certificado e histórico com carga horária de alfabetização, ou ensino fundamental?  Este projeto do Bolsonaro desde a sua campanha já era  polêmico e questionado.