Cursos gratuitos de Matemática que reforçam pontos importantes em nossa vida

Cursos gratuitos de Matemática que reforçam pontos importantes em nossa vida

 Valdivino Sousa, Matemático Sousa,Cursos gratuitos de Matemática que reforçam pontos importantes em nossa vida, muitos não sabem, mas existem programas de aprendizagem para quem está com dificuldades ou quer avançar nos estudos das ciências exata.

Já estamos nos últimos meses de 2020, um ano em que a educação ficou marcada pelas aulas remotas devido ao novo coronavírus, e os exames estão chegando. Uma das maneiras de tirar dúvidas e praticar é realizar cursos on-line, principalmente de matemática, que é fundamental para obter um boa pontuação no Enem e em vestibulares.

Veja, abaixo, uma seleção e aproveite.

GYNcursos tem quatro programas de aprendizagem gratuitos de matemática. O curso básico é voltado aos estudantes que se preparam para concursos e vestibulares, com conceitos e cálculos que também são fundamentais a áreas de administração, contabilidade ou vendas.

Plataforma com mais de 600 videoaulas gratuita, o Calcule Mais é dedicado a quem tem dificuldades em matemáticos seja na escola, em provas de concurso ou mesmo em contas cotidianas. Com uma série de exercícios resolvidos, as aulas são separadas e por temas, como porcentagem e raciocínio lógico a juros.

Oferecido pela Universidade de Stanford, uma das instituições mais prestigiadas dos EUA, Introdução ao Pensamento Matemático  e Introdução à Lógica levam o estudante a entender os fundamentos e como a disciplina é aplicada, seja em computação ou engenharia.

Universidade de Stanford, nos EUA, é polo de criação e empreededorismo

O Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE),  uma associação sem fins lucrativos, oferece cursos gratuitos de comunicação e matemática voltados ao mundo do trabalho, da universidade e do dia a dia. São dois módulos sobre a disciplina: Matemática I e Matemática II.

Com videoaulas gratuitas voltadas a alunos e professores, o Portal da Matemática, da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP),  apresenta conteúdo para estudantes do 6º ano do Ensino Fundamental ao 3º ano do Ensino Médio.  No site, também há apostilas e exercícios resolvidos.

Plataforma que conecta estudantes e professores, o Learncafe traz diversos cursos gratuitos de matemática, como Equação 2º Grau, Progressão Aritmética e Geométrica, Trigonometria, entre outros. Todos são gratuitos, mas é necessário pagar uma taxa para receber o certificado.


 Fonte: Catraca Livre


Melhor resultado em 39 anos da Olimpíada Internacional de Matemática

Melhor resultado em 39 anos da Olimpíada Internacional de Matemática

 

Segundo o Matemático e Pedagogo Valdivino Sousa, o resultado conquistado deixa o Brasil a frente de Três país de renome do conhecimento matemático como Japão, França e Alemanha.

Segundo o Matemático e Pedagogo Valdivino Sousa, o resultado conquistado deixa o Brasil a frente de Três país de renome do conhecimento matemático como Japão, França e Alemanha.

Por outro lado em função do Brasil não está valorizando a pesquisa científica mesmo com com o resultado do Brasil ficar à frente de Japão, França, Canadá e Alemanha. O Coordenador do time brasileiro lamenta a possível "fuga de cérebros" dos 6 jovens.

O Brasil ficou em 10º lugar na Olimpíada Internacional de Matemática, a maior competição entre estudantes de 14 a 19 anos do ensino médio. Este é o melhor resultado já conquistado desde que o Brasil participa do torneio, há 39 anos. A competição foi criada em 1959. Nesta edição, 105 países disputaram as provas.

Ao todo, a equipe brasileira somou 165 pontos, com uma medalha de ouro e cinco de prata. Com o resultado, ficou à frente de países como Japão, França, Canadá e Alemanha.

Top 10 na Olimpíada Internacional de Matemática 2020

1 China

2 Rússia

3 Estados Unidos

4 Coreia do Sul

5 Tailândia

6 Itália

6 Polônia

8 Austrália

9 Reino Unido

10 Brasil

Fonte: Olimpíada Internacional de Matemática

Os estudantes que conquistaram as medalhas são:

Pedro Gomes Cabral, de Fortaleza (CE) - Ouro

Bernardo Peruzzo Trevizan, de São Paulo (SP) - Prata

Francisco Moreira Machado Neto, de Fortaleza (CE) - Prata

Gabriel Ribeiro Paiva, de Fortaleza (CE) - Prata

Guilherme Zeus Dantas e Moura, de Maricá (RJ) - Prata

Pablo Andrade Carvalho Barros, de Teresina (PI) - Prata

Para chegar à etapa internacional, antes eles conquistaram medalhas na Olimpíada Brasileira de Matemática (OBM). Depois, passaram por três testes seletivos e treinamento. Eles foram liderados por Carlos Gustavo Moreira, pesquisador do Instituto de Matemática Pura e Aplicada (Impa) e coordenador-geral da OBM, e Matheus Secco, da Academia de Ciências Tcheca. 

Segundo o Matemático e Pedagogo Valdivino Sousa,
"Eles são resultado de um processo de seleção muito disputado e rigoroso, aberto para todas as escolas do país", afirma Carlos Moreira. "Com essas medalhas, provavelmente conseguirão bolsas de estudos nas melhores universidades e terão ótimas perspectivas de carreira em várias áreas."

Fuga de cérebros

Ele lamenta a possível "fuga de cérebros" destes jovens, já que há pouca perspectiva de trabalho para eles no Brasil após a graduação. Moreira cita que há pesquisa científica de alta qualidade no Brasil, inclusive em Matemática, com ótimos cursos de graduação e pós-graduação em áreas diversas. Mas, as perspectivas para os jovens são "incertas e obscuras".

"O Brasil está no grupo dos países mais desenvolvidos em pesquisa em Matemática - o grupo 5 do IMU, segundo a União Internacional de Matemática. Portanto, os alunos premiados poderiam seguir uma carreira brilhante no Brasil. Mas o governo está cortando bolsas de pós-graduação e posições nas universidades, o que torna incertas e obscuras as perspectivas de futuro desses jovens e do país", avalia.

Resultados tão positivos em matemática não são realidade de toda a população. Dados da mais recente edição do Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (Pisa, na sigla em inglês) colocam o Brasil entre os últimos 10 colocados na prova de matemática.

A competição estava prevista para ocorrer em São Petersburgo, na Rússia, mas por causa da pandemia, os estudantes fizeram as provas sem sair do país. No Brasil, os testes foram aplicados em 21 e 22 de setembro na Universidade Federal do Ceará (UFC) e no Instituto de Matemática Pura e Aplicada (Impa), no Rio de Janeiro.


Fonte: G1

  Tags:

 

 

Matemático fala sobre evento online que reúne palestrantes de renome internacional

Matemático fala sobre evento online que reúne palestrantes de renome internacional

 

Matemático fala sobre evento online que reúne palestrantes de renome internacional

O Matemático e Pedagogo Valdivino Sousa, fala sobre os eventos online sobre análise matemática que reúne palestrantes de renome internacional.

Uma série de eventos online sobre análise matemática reúne palestrantes de renome internacional, o evento iniciou em 24 de Setembro, em moldes de webinários Approximation Theory, Harmonic Analysis and related topics. As atividades serão quinzenais, realizadas via Google Meet e se estendem até o dia 10 de dezembro. A programação completa pode ser conferida no site do evento.

 A programação completa pode ser conferida no site do evento.

 A partir desta quinta-feira, dia 24, terá início a série de webinários Approximation Theory, Harmonic Analysis and related topics. As atividades serão quinzenais, realizadas via Google Meet e se estendem até o dia 10 de dezembro. A programação completa pode ser conferida no site do evento.

 Os encontros são organizados em conjunto pela USP, Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) e Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). A professora Thaís Jordão e o pesquisador Guilherme Silva, ambos do Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, fazem parte da comissão organizadora.

 

Os webinários serão ministrados integralmente em inglês, por convidados de universidades do Canadá, Estados Unidos, África do Sul e Espanha. Para participar, as pessoas interessadas podem se registrar a qualquer momento por meio do formulário disponível no site do evento.

 

Mais informações
Site do evento: icmc.usp.br/e/32a23

 

 

Jogos digitais desperta o interesse de alunos por Matemática

Jogos digitais desperta o interesse de alunos por Matemática

Jogos digitais são aposta para os alunos aprender matemática, a matéria pode se tornar mais fácil e divertida com aplicativos interativos como o 99math.  Segundo pesquisa divulgada pelo site Educadores, a matemática nunca foi uma matéria simples de ser aprendida, e tampouco de ser ensinada
Jogos digitais são aposta para os alunos aprender matemática, a matéria pode se tornar mais fácil e divertida com aplicativos interativos como o 99math.

Segundo pesquisa divulgada pelo site Educadores, a matemática nunca foi uma matéria simples de ser aprendida, e tampouco de ser ensinada. Embora esteja presente em inúmeras situações, por ser mais abstrata do que as outras, os estudantes costumam ter dificuldades de enxergar as aplicações. Consequentemente, passam a ver as aulas como monótonas e "sem graça". 

 Em tempos de pandemia, o problema só aumentou. Mas, assim como a matemática, a solução está na análise dos fatores - ou melhor, das possibilidades. Já que não é possível ter aulas presenciais, as aulas on-line ganham força, como mostra o levantamento do Hoje Em Dia, apesar de esse ainda não ser o cenário ideal para todos. 

 

Para o Matemático e Pedagogo ValdivinoSousa, editor do site www.valorx.mat.br que aborda Matemática Computacional, “O ensino de Matemática e Tecnologia da informação um complementa o outro, muitos alunos usam aplicativos e jogos, mas ambos estão relacionados à Matemática de uma forma discreta, e isso nos mostra como a Matemática computacional é presente em nosso dia a dia”.

 

Muitos alunos não têm acesso frequente à internet ou um lugar adequado onde possam estudar, de acordo com os dados da Unicef. Sem contar que, o distanciamento prejudica ainda a própria concentração na aula, pois a maioria não está acostumada com esse formato. 

 

Embora seja possível tirar as dúvidas com os professores, o ritmo é diferente, o que pode causar até um pouco de desmotivação em quem está aprendendo. 

Jogos são alternativa para aprender

 

Para conquistar a atenção e dedicação dos alunos, muitos professores estão utilizando e incentivando o uso de plataformas interativas. Por serem desenvolvidos para os jovens, essas ferramentas tornam o aprendizado mais dinâmico.

 

A matéria deixa de ser algo que precisa apenas ser decorada para uma prova e passa a ser um assunto interessante, tanto quanto uma brincadeira ou conversa com um amigo.

 

Segundo Valdivino Sousa, “Alguns professores têm inovado a forma de ensinar matemática fugindo do método tradicional, eles trabalham os mesmos conteúdos, mas de uma forma mais agradável e fácil de entender, a matemática está presente em tudo, é possível ensinar frações, equações, entre outros assuntos por meio de aplicativos”.

 

Grande parte das crianças e dos adolescentes adora jogos, principalmente pela sensação de competitividade. Pensando nisso é que foram desenvolvidas plataformas como o 99Math, para ensinar ao mesmo tempo em que diverte. Sem perceber, os estudantes resolvem problemas, desafios e, o melhor, aprendem conceitos que antes poderiam levar mais tempo para absorver. Entre os temas que são abordados na plataforma estão porcentagem, conversão, frações e equações.

 

Outro ponto positivo é que essa brincadeira não acontece de maneira individual. Os jovens participam de uma verdadeira competição com os colegas. Isso faz com que eles se sintam engajados a estudar mais e manter o foco no jogo. Independentemente de qual seja o resultado, uma coisa é certa: todos saem ganhando por aprender matemática de um jeito diferente e mais interessante.

 

“A aprendizagem acontece de várias formas e uma delas é por meio da inteiração, assim um colega ajuda o outro, e enriquece o aprendizado e entendimento da Matemática”. Diz Valdivino Sousa que é Matemático Pedagogo e Psicopedagogo.

 

Mesmo depois que as escolas reabrirem, essa pode continuar sendo uma ferramenta muito útil para ser usada em sala de aula. Até porque, as dificuldades de aprender a matéria vão continuar a existir, e ter novos métodos sempre é válido para conquistar os estudantes.

 

Mais informações para fazer o registro no site e transformar alunos de qualquer nível em campeões da matemática: https://99math.com

 

Fonte: Terra


Valdivino Sousa indica 7 filmes para quem gosta de matemática

Valdivino Sousa indica 7 filmes para quem gosta de matemática

Matemático e Pedagogo Valdivino Sousa explica 7 filmes para quem gosta de matemática. Os filmes a seguir aborda a ciência de uma maneira inteligente, divertida e atrelada à vida dos personagens.  Matemática costuma ser o pesadelo de muitas pessoas durante a vida escolar. Os cálculos e a lógica por trás dos números podem assustar, mas também podem ser vistos como algo intrigante, estimulante e muito divertido. Se você é apaixonado por essa área ou não gosta muito, mas quer dar uma chance temos a lista ideal.

Matemático e Pedagogo Valdivino Sousa explica 7 filmes para quem gosta de matemática. Os filmes a seguir aborda a ciência de uma maneira inteligente, divertida e atrelada à vida dos personagens.

Matemática costuma ser o pesadelo de muitas pessoas durante a vida escolar. Os cálculos e a lógica por trás dos números podem assustar, mas também podem ser vistos como algo intrigante, estimulante e muito divertido. Se você é apaixonado por essa área ou não gosta muito, mas quer dar uma chance temos a lista ideal. 

 

Vejam os setes filmes que mostram a matemática de uma maneira diferente do que você costuma encontrar na escola. Confira e divirta-se:

 

O Jogo da Imitação (2014)


Baseado na história real de Alan Turing, matemático considerado o pai da computação, o filme é sobre sua atuação na Segunda Guerra Mundial. Com um grupo de pesquisadores, ele busca decodificar as mensagens enviadas pelos alemães para o exército, ajudando os ingleses a prever as próximas ações no conflito.

Além desse desafio, Turing tem dificuldade de se relacionar com as pessoas ao seu redor, mas para desvendar as codificações deve aprender a trabalhar em equipe.  

Disponível na Amazon Prime Video, no Google Play e no YouTube.

O Contador (2016)

 O personagem Christian Wolff é diagnosticado com autismo na infância e sua maior dificuldade é socializar. Ele também possui uma grande habilidade com números e, ao crescer, torna-se um respeitado contador. Um dia Wolff descobre que uma empresa está envolvida em uma fraude de milhões de dólares a partir dos livros contábeis, colocando a sua vida e a de sua colega de trabalho em risco. 

Disponível na Netflix, no Google Play e no YouTube.

 X+Y (2014)

 Nathan é um jovem com muita dificuldade de interagir com outras pessoas, mas é considerado um prodígio da Matemática. Um de seus professores decide ajudá-lo e leva o garoto à Olimpíada Internacional de Matemática, em Taiwan. Lá, mais do que apenas desafios com os números, ele passa a encarar experiências pessoais completamente novas e mais complexas que seus cálculos.

Disponível no YouTube.

O Homem que Viu o Infinito (2015)

Baseada em uma história real, a obra é sobre a amizade entre o matemático indiano Srinivasa Ramanujan, um dos mais influentes do século 20, e seu mentor, o excêntrico professor Godfrey Harold Hardy.

Em 1913, o jovem autodidata Ramanujan viaja para o Trinity College, na Universidade de Cambridge, a convite de Hardy que se impressiona com suas habilidades. As contribuições do jovem para a Matemática são reconhecidas e usadas até hoje.

Disponível no Google Play e no YouTube

Quebrando a Banca (2008)

 Brilhante aluno do MIT (Instituto de Tecnologia de Massachusetts), Ben Campbell enfrenta dificuldades para pagar a faculdade até que um de seus professores, Micky Rosa, oferece uma oportunidade para ganhar muito dinheiro. Junto com outros estudantes, eles partem semanalmente para Las Vegas e, por meio da contagem de cartas e um sistema de códigos, conseguem altas quantias nos cassinos. Mas a ambição do jovem causa conflitos com a equipe.

Disponível no Google Play e no YouTube.

 O Homem que Mudou o Jogo (2011)

 Conta a história de um time de beisebol que está perdendo importantes atletas por questões financeiras. O gerente do time, Billy Beane (Brad Pitt), com a ajuda de Peter Brand (Jonah Hill), recém-formado em Economia, aposta em uma análise estatística dos jogadores para mudar o jogo. O método matemático muda completamente a estratégia usada até então, dando uma reviravolta na situação da equipe. 

Disponível na Netflix, no Google Play e no YouTube

Uma Mente Brilhante (2001) 

O filme é sobre o matemático norte-americano John Nash, considerado um gênio na área. Ele tinha uma grande habilidade de decifrar códigos e padrões, o que lhe proporciona uma missão do governo envolvendo criptografia. Com o tempo. ele começa a apresentar sinais de esquizofrenia, confundindo imaginação e realidade. Anos depois, Nash se recupera e conquista o Nobel de Economia em 1994.

Disponível no Google Play e no YouTube.