Bolsonaro revela “matemática” do atentado sofrido em 2018


Bolsonaro revela “matemática” do atentado sofrido em 2018


O presidente Jair Bolsonaro revelou em entrevista à Veja, publicada nesta sexta-feira (20), que o atentado sofrido em Juiz de Fora (MG) durante a campanha eleitoral em 2018 teve a participação de mais pessoas, além de Adélio Bispo dos Santos de Oliveira. 

 Na "matemática" de Bolsonaro, a parcela é dividida em três e, inclusive, fornece detalhes de quem poderia estar envolvido no plano para matá-lo. “O meu sentimento é que esse atentado teve a mão de 70% da esquerda, 20% de quem estava do meu lado e 10% de outros interesses. Tinha uma pessoa do meu lado que queria ser vice.

 O cara detonava todas as pessoas com quem eu conversava. Liguei para convidar o Mourão às 5 da manhã do dia em que terminava o prazo de inscrição. Se ele não tivesse atendido, o vice seria essa pessoa. Depois disso, eu passei a valer alguns milhões deitado", revelou na entrevista."

Leia mais em: https://www.gazetadopovo.com.br/republica/breves/lava-jato-denuncia-ex-presidente-do-paraguai/


 

0 Comments:

Postar um comentário