Matemático Sousa

O Blog do Prof. Valdivino Sousa pretende de uma forma simples apresentar como a Matemática está presente em tudo, e como ela está inserida em nosso cotidiano.

NOTÍCIAS DE EDUCAÇÃO

LightBlog

Posts Recentes

29/07/2019

Campeões de matemática ainda precisam de R$ 10 mil para chegar a Taiwan

Campeões de matemática ainda precisam de R$ 10 mil para chegar a Taiwan

Grupo de seis alunos de Minas Novas, no Alto do Jequitinhonha, corre contra o tempo para pagar custos e obter visto para ir ao país onde representarão o Brasil em Olimpíada de Matemática. Saiba como ajudar

Grupo de seis alunos de 14 anos e um professor da Escola Estadual Presidente Costa e Silva, em Minas Novas, no Alto Jequitinhonha, correm contra o tempo para arrumar as malas – e os documentos – para viajar e representar o Brasil em Taiwan na prova final da Olimpíada Internacional Matemática sem Fronteiras. Com passaporte em mãos, os alunos precisam do visto para embarcar na próxima semana. E foi a solidariedade que permitiu que esse sonho se tornasse realidade. Eles precisavam de R$ 77 mil – o que parecia muito difícil de conseguir em tão pouco tempo. Agora, faltam R$ 10.800. E ainda precisam de ajuda. O professor e pais fizeram um empréstimo para conseguir o dinheiro e têm de quitar a dívida.

Os alunos participaram pela primeira vez da Olimpíada Internacional Matemática sem Fronteiras com duas turmas: 9º ano do ensino fundamental e 3º ano do ensino médio, e conquistaram quatro medalhas. Diante do resultado, os estudantes foram convidados para fazer parte da delegação brasileira para disputa da etapa mundial, que ocorrerá em Taiwan, de 4 a 8 de agosto. Foram escolhidos para viajar Gabriel Lopes, João Gustavo, Thais Pereira, Eric Soares, Vitor Samuel e João Pedro Avelino, todos de 14 anos. Mas eles destacam que a vitória só foi possível por causa da colaboração de todos os colegas de turma.


Agora, a equação é mais complexa: a turma enfrenta o desafio de conseguir verba para embarcar para o continente asiático. O professor de matemática Adalgisio Gonçalves explica que o custo total da viagem para as sete pessoas é de R$ 77 mil. Para participar, cada um devia repassar R$ 3,7 mil para a organização da olimpíada. O valor é para cobrir as despesas de alimentação, estadia e outras necessidades em Taiwan. “Conseguimos, por meio da vaquinha, R$ 14.765. Já na conta, foram depositados R$ 43.900. Outros R$ 6.800 conseguimos através de outras contribuições. Portanto, ainda faltam R$ 10.820. Esse valor é para quitar o empréstimo feito para a compra das passagens. Como não tínhamos muito tempo para organizar toda a documentação e, inclusive, os vistos, eu e os pais dos alunos resolvemos arriscar e comprar as passagens mediante empréstimo. Precisamos da quantia para quitá-las com nosso credor”, contou o docente.

No início da semana, os alunos e o professor tiraram o passaporte. Os seis adolescentes, que nunca viajaram para fora do país, estão a cada dia mais ansiosos. Ontem, o professor embarcou em um ônibus para São Paulo. “Apenas eu estou indo a São Paulo. Como só conseguimos os passaportes na quinta-feira, não daria tempo para os vistos. Consegui que uma agência me atendesse hoje, com toda a documentação dos meninos para  viabilizar os vistos a tempo. Ficarei em São Paulo aguardando por eles, que virão em 1º de agosto, acompanhados de uma mãe, para embarcarmos em 2 de agosto”, explicou.

Campanha Como o grupo ainda tem essa dívida, está organizando um evento para amanhã, na Vila Cemig, em frente ao Grande Hotel, em Minas Novas. Trata-se de uma tarde cultural com shows de artistas da cidade, barraquinhas com comidas típicas e leilão de prendas. “É uma organização das escolas estaduais e municipal, com apoio das secretarias municipais de Educação e Cultura. Toda a renda será revertida para nossa campanha. Além do mais, hoje ocorrerá um bazar na feira do Mercado Municipal da cidade. As mães dos alunos estarão lá a partir das 7h vendendo roupas e sapatos doados para comunidade local. A vaquinha online ainda está ocorrendo caso alguém queira ajudar por meio da internet. “Engraçado que algumas pessoas, ao me encontrar, dizem que sou louco de levar seis crianças para o outro lado do mundo. Não adiantaria explicar... Pra entender, tem que ser professor, tem que amar a sua profissão e, acima de tudo, acreditar e apostar em seu aluno. Estamos radiantes. Mas a ficha só vai cair quando estivermos em Taiwan”, disse o professor. Ele ainda agradeceu todas as arrecadações: “Quero muito é agradecer. Agradecer a cada um que nos ajudou e tem nos ajudado. Era um sonho de poucos e agora está sendo uma realidade de muitos”, acrescentou.
 
 
Saiba como ajudar

» A vaquinha criada pelo grupo na internet só estará disponível só até amanhã no link: https://www.vakinha.com.br/vaquinha/rumo-a-taiwan-adalgisio-goncalves-soares

» A partir de amanhã, interessados em ajudar podem doar o dinheiro porconta bancária no Banco do Brasil: Agência: 1097-9; conta: 36.999-3; variação: 51

» Também é possível entrar em contato com o professor Adalgisio Gonçalves pelo Facebook, onde ele publica atualizações sobre a campanha https://www.facebook.com/adalgisio.goncalves 

 

  


Nenhum comentário:

Postar um comentário