Modelo matemático analisa probabilidades de resultados da copa de 2018



alt text

 Modelo matemático analisa probabilidades de resultados da copa de 2018. Em um estudo de probabilidade Matemática chegou-se a conclusão que no jogo de abertura, entre Rússia e Arábia Saudita, a Rússia venceria por 4 ou a 5 a zero em cima da Arábia Saudita.
  • Rússia: 70%
  • Empate: 15%
  • Arábia Saudita: 15%
 Já um outro estudo feito pela FGV o jogo de abertura, entre Rússia e Arábia Saudita, os três matemáticos apostaram que a Rússia venceria por 2 a 1. A previsão deles era a seguinte:
  • Rússia: 62%
  • Empate: 21%
  • Arábia Saudita: 17%
 Estudo de probabilidade sobre o jogo entre Rússia e Arábia Saudita (Foto: Reprodução)
 Uma das previsões é de um estudo da Escola de Matemática Aplicada da FGV, dos professores Paulo Cezar Pinto Carvalho, Arthur da Silva Pereira Carneiro, Moacyr Alvim Barbosa da Silva. Eles analisaram 4.010 jogos entre seleções desde o início da Copa de 2014, incluindo 222 seleções.
·         Funciona assim: amistosos têm peso 1. Elminatórias e Copas continentais (com exceção da final), como a Copa América e a Eurocopa, peso 2,5. Finais de Copas continentais e da Copa das Confederações têm peso 3, e jogos da Copa do Mundo, 4.
·         Os modelos levam em conta a força do ataque e a defesa das seleções. Como todos sabemos sobre futebol, pode não adiantar fazer muitos gols se a seleção sofre outros tantos. Além disso, os jogos mais recentes recebem pesos maiores e contam mais, já que refletem com mais proximidade o desempenho das seleções.
·         A partir dos números e após um milhão de simulações, por exemplo, o Brasil é o favorito ao título, com uma força geral de 3.370. A Espanha é – ou era até a demissão do técnico Julen Lopetegui a dois dias da estreia – a segunda favorita, com 3.089. A França vem em terceiro, com 2.903, e a Alemanha, 2.903. Argentina (2.853), Portugal (2.631), Inglaterra (2.498) e Suécia (2.450) completam o grupo de favoritos.

O estudo indica que Brasil, Alemanha, França e Argentina não devem ter dificuldades em chegar à segunda fase da Copa do Mundo, garantindo 100% de aproveitamento na fase de grupos. Já a Espanha também deve terminar no primeiro lugar, mas é provável que empate com Portugal e lidere seu grupo com sete pontos.

A Copa do Mundo começou com a anfitriã Rússia encarando a Arábia Saudita. O mundial de futebol costuma mexer com o brasileiro e é bastante comum que amigos se reúnam para assistir aos jogos, mas também para fazer os famosos bolões. E nessas horas, que tal usar a Matemática para determinar o placar das partidas? A Escola de Matemática Aplicada (FGV EMAp) acaba de lançar um site em que faz análises probabilísticas de todos os jogos da primeira fase do torneio, a partir da análise de gols marcados e sofridos em cada partida das 222 seleções filiadas à FIFA nos últimos quatro anos em mais de 1 milhão de simulações.

A partir desse modelo, os pesquisadores da FGV EMAp fizeram a comparação entre as seleções e realizaram simulações de possíveis resultados. A pretensão do estudo não é adivinhar o que vai acontecer na Copa, no entanto é razoável confiar que, na média, o modelo tenha um bom desempenho. O objetivo é enriquecer as discussões das rodas de amigos com argumentos baseados em números.

O estudo indica que o Brasil não deve ter dificuldades em chegar à segunda fase da Copa do Mundo. Neymar, Philippe Coutinho, Marcelo e companhia devem vencer as três partidas do Grupo E, contra Suíça (1x0), Costa Rica (2x0) e Sérvia (2x0). Outras favoritas ao título mundial também não devem ter dificuldades: Alemanha, França e Argentina, segundo a análise, devem terminar a primeira fase com 100% de aproveitamento. A Espanha deve terminar no primeiro lugar, mas é provável que empate com Portugal e lidere seu grupo com sete pontos. Essas seleções consideradas favoritas, somadas, têm mais de 50% de chances de chegarem ao título mundial em um cenário sem nenhuma surpresa.

"Neste ano, a seleção brasileira tem 21% de chances de ganhar a Copa do Mundo. Logo em seguida, vem a Espanha com 14% e em terceiro a atual campeã, a Alemanha, com 11%. Os números mostram que será um torneio muito equilibrado", explica o professor da FGV EMAp Moacyr Alvim, que coordenou o estudo com o professor Paulo Cezar Carvalho.

Moacyr destaca que o estudo sobre o assunto despertou grande interesse dos alunos, que buscaram contribuir com o modelo. Para o público em geral, estudos deste tipo são uma ótima oportunidade para entender como estas estimativas são feitas e o que representam as probabilidades apresentadas.
“A gente dá uma probabilidade. Sabemos que o modelo não vai acertar em todos os casos. Há mais cenários em que o modelo vai errar do que acertar, mas o estudo traz os resultados sem surpresas”, destaca o professor, em entrevista. 

  Fonte: G1

 Outras fontes: FGV 


Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sobre o Autor

Valdivino Sousa é Contador, Matemático, Pedagogo, Psicanalista, Bacharel em Direito, Escritor e Mestrado em Ciências da Educação Matemática. Criador do método X Y Z que facilita na aprendizagem de equação e expressão algébrica com objetos ilustrativos. Docente nos cursos de Matemática, Ciências Contábeis, Administração e Engenharia. Autor de mais de 10 (dez) livros e têm vários artigos publicados em revistas e jornais especializados. Blogueiro Mtb 60.448, Consultor e Estrategista de Mídias Digitais. Semanalmente escreve para o portal D.Dez, Jornal da Cidade e Folha Online. Sobre: Comportamento, Educação Matemática e Desenvolvimento da Aprendizagem. Tem experiência na área de Matemática, com ênfase em Equações Diferenciais Parciais, Matemática Computacional e Engenharia Didática, atuando principalmente nos seguintes temas: métodos numéricos, equações diferenciais, modelagem, simulações e didática no ensino de matemática. E-Mail: valdivinosousa.mat@gmail.com ..SAIBA MAIS

Sobre o Blog

O Blog pretende de uma forma simples apresentar como a Matemática está presente em tudo, e como ela está inserida em nosso cotidiano. O objetivo é mostrar para as pessoas, a importância da Matemática em nossa vida, o quanto esta ciência faz parte do dia a dia de todos nós, independente da situação ou momento ela está sempre presente em tudo. SAIBA MAIS

Posts Recentes

Curta nossa Fanpage

Informe seu e-mail e receba novas publicações


Matemática, Estatística e Contabilidade

Clique na imagem e acesse

Segue me no Twiter

Postagens mais Lidas

Chat ao Vivo

Segue me no Instagran

Previsão do Tempo

Arquivo do blog